O novo lay está a caminho, modetes! Mas não consigo ficar muito tempo longe do blog... Por isso o MM voltou a ativa e, em breve, além dos nossos textos opiniosos vocês vão ver a nossa nova cara.
.

*

2 de julho de 2008
[coluna de moda - nitideal]

Com que roupa eu vou?

Dúvidas na hora de uma entrevista ou no primeiro dia no emprego? Aprenda a não correr riscos!

É aquele desespero... Você abre o armário e nada serve. Uma blusa é muito séria, uma calça descontraída demais. Sapatos claros ou escuros? Cabelos presos? Maquiagem? Chegou a hora de acabar com essa insegurança fashion na área profissional!

A primeira atitude normalmente é correr para o shopping e comprar as peças mais caras e com cara de chique que você encontra. Mas calma, você pode não precisar renovar seu guarda roupa só pra essa ocasião.

Boa aparência é fundamental, mas isso não quer dizer que brilhos e paetês tenham que entrar em ação. Não se vista como se fosse sair à noite, busque a sobriedade. Alguns especialistas em Recursos Humanos afirmam que estar vestido formalmente nunca está errado, mesmo quando uma entrevista acontece em um ambiente informal. E, se você conseguir o trabalho, com o tempo consegue se adequar aos hábitos de seus colegas.

Então as duas palavras chaves são: terno, para os homens, e tailleur, para as mulheres. Evite alguns itens como gorros, minissaias, camisetas estampadas, roupas largas ou apertadas demais e, até mesmo, amassadas ou suadas. Nem pense em sapatos muito gastos, tênis ou sandálias muito abertas. E, se você passou no shopping antes, tome cuidado com as etiquetas! Verifique bem se retirou cada uma delas.

E, como detalhes são tão importantes quanto o principal do seu look , mais algumas dicas não fazem mal. Algumas empresas ainda são muito conservadoras, então, procure não deixar piercings e tatuagens visíveis. Para os homens, nenhum tipo de brinco ou acessório de bijuteria ou jóia. Para as mulheres, itens pequenos e discretos.

Meninos, nada de gravatas com bichinhos ou coisas engraçadas. Escolham sempre aquela com estampa reservada, de seda. E deixem de lado a camisa de manga curta. Se o calor brasileiro atacar, no máximo, aquela dobra casual da manga comprida, mas ela é exceção. E meninas, nada de decotes tomara-que-caia, quadrados, redondos ou em formato U. Decotes em V são mais apropriados.

Não exagere na loção pós barba – nem preciso falar que a barba feita é obrigação! Não exagere na maquiagem, use tons pastel e cor da pele. Unhas sempre bem cuidadas, pequenas e com esmaltes claros. Meias que combinem com os sapatos e nunca curtas a ponto da canela aparecer quando se está sentado. Óculos de sol no alto da cabeça ou fones de ouvido no pescoço são um desastre! E, por último, aquela pastinha escolar de elástico para levar o currículo, já era. Que tal uma pasta-portfólio?

Tudo é moda. Tudo conta. Não deixe sua chance escapar por besteiras. Os despreocupados que me desculpem, apresentação pessoal é fundamental. Mas não se esqueça que, além do vestuário, o jeito como o candidato se porta é essencial. De nada adianta estar muito bem vestido se, na hora de expor suas idéias, você só mostrar erros de concordância, gírias e piadinhas.

Cabeça e roupa no lugar... Boa sorte!

[http://www.nitideal.com.br/newnit/index_int.php?act=5&id=2512]

3 comentários:

Manu Mandy disse...

Dicas...é sempre bom!!
Um currículo impecável hj em dia naum é td!
Realidade crua!!
Bjoos

Zíngara disse...

Dicas bem válidas. Acrescento ainda um belo relógio discreto no pulso e a simpatia. Celular SUPER desligado e, claro, chegar conhecendo bem O QUE É A EMPRESA.

Beijos e parabéns pelo blog!

Sally Somir disse...

Concordo com tudo que você escreveu, Tati! Pena que hoje em dia as pessoas sofrem de uma "arrogância fashion" e acham que vão se destacar e mostrar personalidade com roupas inconvenientes no ambiente de trabalho...